Empregos Temporários Final do Ano – Vagas

Vagas de Empregos Temporários no Fim de Ano

Os empregos temporários de final do ano são uma excelente forma de se entrar para o mercado de trabalho ou de se conseguir o primeiro emprego. Outra vantagem é a de poder conseguir uma renda extra nessa época do ano.

Para conseguir um emprego temporário de fim de ano é preciso estar atento à divulgação de vagas das empresas que costumam contratar nessa época. Confira a seguir dicas para você participar das vagas em aberto nesse fim de ano.

empregos-temporarios-fim-de-ano

Como funcionam os empregos temporários do final do ano

Os empregos temporários do final do ano funcionam como todos os demais empregos e garantem ao trabalhador a oportunidade ter direitos garantidos pela CLT, após a contratação com carteira assinada.

A única diferença entre eles e os empregos comuns é que tem período de duração pré-determinado no momento da contratação: normalmente acabam logo ao começo do ano, ou próximo às festas de finalização dele.

Os trabalhadores que desejam conseguir uma das vagas temporárias de fim de ano devem estar atentos às empresas que costumam procurar por equipe extra nessa época. Normalmente o comércio de lojas físicas são o principal foco de procura por empregados temporários, devido aos horários estendidos de final de ano.

Além delas, empresas de prestação de serviços diversos como escritórios podem oferecer vagas de nível técnico ou para atividades administrativas básicas, além de fábricas que costumam procurar por mão de obra adequada para dar conta da produção nesse período antes de entrar em recesso por alguns dias.

empregos-temporarios-final-do-ano-vagas

Onde encontrar as melhores vagas de empregos temporários?

Para encontrar as melhores vagas para empregos temporários de final do ano, o trabalhador deve estar atento aos anúncios feitos nas Secretarias de Empregos.

Outra dica interessante é procurar por vagas anunciadas em redes sociais como o Facebook, normalmente disponibilizadas em grupos de procura de empregos.

Além disso, é possível saber das vagas em aberto através dos canais de comunicação de notícias como telejornais e sites de anúncio, nos bancos de dados de empregos.

Como ser contratado em vagas temporárias?

Para ser contratado, o trabalhador deverá ter seu currículo pronto e atualizado, ele é indispensável. O ideal é fazer um currículo próprio para cada tipo de vaga almejada.

Se a vaga foi anunciada por sites ou grupos, é importante estar atento para informar todos os dados solicitados por quem fará a contratação. Nos outros casos, é importante entregar a cópia física, em papel, do currículo na Secretaria de Emprego de sua cidade, junto às lojas ou empresas de terceirização, que normalmente são as que oferecem oportunidades de emprego temporário de fim de ano para fábricas e indústrias. Uma dica é você mandar o seu o currículo para as empresas de emprego temporário, assim quando aparecer uma oportunidade como seu perfil, eles vão te chamar para uma entrevista.

Após a análise do seu currículo, a equipe de contratação entrará em contato e agendará uma entrevista. É preciso estar atento à data e horário para evitar contratempos e atrasos. É indispensável demonstrar interesse na vaga, se for realmente a quer.

Posteriormente, se você for contratado, deverá apresentar sua carteira de trabalho e outros documentos solicitados, dentro do prazo para poder começar a trabalhar.

É importante ressaltar que apesar de ser um emprego temporário, muitas empresas contratam seus empregados que trabalharam nesse período após a finalização do contrato. Portanto, durante seu trabalho, faça-o bem feito para se destacar perante seu possível empregador.

Leia Mais

Empregos Temporários – Férias de Julho

Vagas de Empregos Temporários para o mês de Julho

Férias de Julho – Empregos Temporários Vagas– Denomina-se trabalho temporário aquele prestado por pessoa física a uma empresa, para atender a necessidade de curto período de substituição de seu pessoal regular e permanente ou a aumento de serviços, e está regulamentado pela Lei nº 6.019, de 03 de janeiro de 1974 e pelo Decreto 73.841, de 13 de março de 1974. A mesma lei condiciona o funcionamento da empresa de trabalho temporário ao prévio registro no Ministério do Trabalho e Emprego.

A inscrição é feita conforme a Instrução Normativa nº 14, de 17 de novembro de 2009, pela Secretaria de Relações do Trabalho, por meio do Sistema de Registro de Empresas de Trabalho Temporário – SIRETT.

Após registrada, a empresa é permitida de atuar na colocação de pessoal especializado para atender às necessidades transitórias da empresa tomadora dos serviços nos estados onde possuir filial, agência ou escritório.

O emprego temporário representa uma boa parcela de pessoas que são empregadas no meio do ano, quando as empresas fazem muitos contratos temporários, normalmente, boa parte deles são efetivados, se o funcionário se empenhar bastante em suas tarefas. Ano passado, mais de 150 mil vagas temporárias foram abertas do meio do ano a dezembro. Onde 70% destas contratações são feitas pelo comércio, sendo alguns segmentos como supermercado, vestuário, calçados, eletrodomésticos e perfumaria os que lideram. Os restantes 30% são das indústrias de bens de consumo, como as de alimentos, bebidas, brinquedos, eletrônicos, vestuário e papel. Neste período do ano passado, a variação média de salário, ficou entre R$900 e R$1.3 mil.

Normalmente a maioria dos contratos exige o 2° grau completo, e dependendo da área que o candidato quer participar, quanto maior a qualificação do candidato, maior a possibilidade de participar da grade de funcionários. O diretor da Asserttem Jismália de Oliveira Alvez disse “O diferencial ficará por conta da qualificação técnica do candidato em áreas como automação industrial, eletrotécnica, mecatrônica, química, informática, segurança do trabalho, administração e secretariado”.

Diversas empresas estão oferecendo vagas de empregos temporários para as férias de julho e o ideal é você começar a enviar o seu currículo pelo menos uns 2 meses antes, pois é o período onde se aumenta a oferta desses tipos de vagas.

Leia Mais

Empregos Temporários Sem Registro

Vagas de Trabalho Temporário Sem Registro na Carteira

Com a economia como está atualmente muitos empresários tem preferido
contratar temporários ou estes são contratados para reparar situações adversas dentro de uma empresa, como acontece no comércio na época das festas final de ano, quando o comércio necessita de maior mão de obra. É comum que estas vagas de trabalhos temporários não tenham registro na carteira de trabalho, pelo menos a grande maioria. A seguir confira oportunidades de empregos temporários sem registro.
empregos-temporarios-sem-registro

Os trabalhadores que pretendam se candidatar a uma
vaga temporária é que é uma obrigação de lei é que eles devem ser registrados, porém há uma regularização específica quanto ao trabalho temporário e que está na Lei n° 6.019/79. Segundo a lei, o empresário não pode fazer a contratação direta e sim através de uma empresa de trabalhos temporários. Conheça mais sobre o trabalho temporário.

O trabalhador temporário deve ser aquele contratado através de uma empresa de trabalho temporário. Este emprego temporário substitui o funcionário permanente ou atende um acréscimo extraordinário de serviços de uma empresa. Este funcionário temporário segue a mesma carga horária e regras de um funcionário que não é temporário.

Quanto à contratação deste tipo de trabalhador temporário deve ser feito por meio de contrato que deve ser devidamente autorizado pelo Ministério do Trabalho e Emprego e deve ter a duração máxima de três meses e pode ser prorrogado por igual período. No caso de contrato prorrogado este deve ser autorizado pela Superintendência Regional do Trabalho e Emprego.

Outro ponto que deve ser esclarecidos aos trabalhadores é que este mesmo tendo uma forma de trabalho temporário tem os mesmos direitos que o trabalhador que não e temporário o que inclui salário equivalente, jornada de oito horas, horas extras, férias proporcionais, 13° salário, 1/3 férias e proteção previdenciária. Mas, o trabalhador temporário não tem direito ao seguinte: aviso prévio e recebimento de multa de 40% sobre o FGTS. Agora para quem contrata deve ter algumas precauções e obrigações que deve ser repassada para a empresa que intermediou a contratação. No caso de falência da empresa contratadora, a lei prevê que a empresa tomadora é solidariamente responsável pelo direito trabalhista e previdenciário destes trabalhadores.

Uma curiosidade sobre o trabalhador temporário é que este trabalhador pode ser efetivado e quando contratado de forma definitiva a contratação deve ser feita pela empresa tomadora, mas quanto às verbas rescisórias não é exigido o pagamento da multa de 40% do FGTS, a não ser que ocorra a dispensa sem justa causa. Por isso, se pretende se inscrever em uma vaga de emprego temporário sem registro, consulte seus direitos.

Leia Mais

Empresas de Trabalho Temporário

Vagas em Empresas de Trabalho Temporário

Embora muita gente não saiba, no Brasil existem diversas empresas de trabalhos temporários, aquelas que contratam funcionários para funções temporárias.

As empresas de trabalho temporário já podem fazer o pedido de registro online. A Secretaria de Relações do Trabalho (SRT) publicou esta semana a Instrução Normativa nº 14, que estabelece novas regras para registro de empresa de trabalho temporário e cria o Sistema de Registro de Empresas de Trabalho Temporário – SIRETT, disponibilizado no site do Ministério do Trabalho e Emprego.

Uma empresa que fornece treinamento para os trabalhadores em várias funções, inclusive naquelas empresas de trabalho temporário é o Instituto de Emprego e Formação Profissional (IEPP) que é tutelado pelo Ministério da Solidariedade, Emprego e Segurança Social que promove condições de empregabilidade dos candidatos. Este instituto responde às necessidades das empresas com os trabalhadores selecionados, promovendo entre os trabalhadores, principalmente os de emprego de trabalho temporário.  O instituto também faz atividades como: recrutamento e seleção, empresas de trabalho temporário regulamentado, Agências privadas de colocação e apoios e incentivos projetos de desenvolvimento organizacional com a manutenção de postos de trabalho ou qualificação de trabalhadores e o IEPP presta-lhe apoios técnicos e financeiros para sua concretização.

Além de incentivar o trabalho, no caso o temporário, o IEPP ainda dá um apoio ao trabalhador desempregado através de proteções no desemprego através de algumas atividades como subsídios de desemprego, subsídio social de desemprego e o subsídio de desemprego parcial. Mais informações sobre estes subsídios consulte o link  www.iefp.pt/emprego/Paginas/ProteccaoSocialDesemprego.aspx.

Além da IEPP tem o Sistema de Registro de Empresas do Trabalho Temporário (SIRETT), ligada a Secretaria de Relações do Trabalho (SRT) que no link www3.mte.gov.br/sistemas/sirett/ é possível realizar as seguintes tarefas: solicitar o Registro de trabalho temporário, alteração de dados, cancelamento de registro; fazer consultas como: das empresas registradas, acompanhar solicitação; inclusão de contrato como locais sem filiais e estudo de mercado; e outras atividades como: imprimir solicitação, autentica empresa e solicitar acesso. Quanto ao registro de trabalho temporário, a empresa deve solicitar através do link este registro para isso precisa digitar o número do CNPJ da empresa.

Os interessados devem solicitar o pedido no site e protocolar na Superintendência Regional do Trabalho e Emprego (SRTE) do seu estado o requerimento de pedido de registro, juntamente com os documentos solicitados. O processo será encaminhado para a Divisão de Registro de Empresa de Trabalho Temporário. Se você procura vagas de empregos temporários selecione no menu a categoria desejada.

Leia Mais

Trabalho Temporário

Vagas de Trabalho Temporário

No final de ano as oportunidades de vagas de emprego temporário são principalmente para o comércio e estima-se que foram abertas somente finais de ano em todo o Brasil cerca de 159 mil vagas temporárias, cerca de 20 mil serão efetivadas passada a temporada de festas de final de ano. Entre os setores que foram abertos as vagas estão para vagas como vendedores, estoquistas, analistas de crédito, embaladores, Papai Noel e repositores. A boa notícia é que estas vagas aumentaram em 12% em relação ao final do ano passado, em media para estas vagas, o valor do salário são de R$ 975 mais comissões e os trabalhadores mais requisitados tem a faixa etária entre 18 e 39 anos.

Os trabalhos temporários de final de ano são esperados por milhares de trabalhadores à procura de uma recolocação profissional. Este ano espera-se que milhares de vagas de empregos temporários sejam criados.

Por isso, é importante que os trabalhadores conheçam seus direitos trabalhistas e as empresas saibam como se precaver de passivos nessa área. Conheça agora algumas vagas para empregos temporários para este final de ano: vendedor lojas shopping, profissionais de moda, vendedor, estágio comercial, promotor temporário e mais.

Existem diversas empresas de trabalho temporário como Global empregos, onde é possível o trabalhador registrar seu currículo numa espécie de banco de dados. Lembrando que o trabalho temporário é o serviço prestado por uma pessoa, um trabalhador, a uma determinada empresa, para atender uma necessidade de pouca duração ou para substituir pessoal. Pode ser (ou não) regulamentada depois pela empresa transformando-se em trabalhador fixo, dependendo do interesse da empresa e/ou desemprenho do trabalhador. Existem muitas empresas que só trabalham com trabalhadores temporários cujos trabalhadores ficam somente a disposição dos tomadores de serviços. O contrato nestes casos é feito de maneira individual entre os trabalhador e a empresa, contando no mesmo, de maneira expressa, os direitos decorrentes desta condição de trabalho, a duração do trabalho que é de no máximo três meses, podendo excepcionalmente ser prorrogada por mais uma vez.

Leia Mais